quarta-feira, dezembro 07, 2011


Quero trabalhar lá...

Estava pensando nesse período de férias... como é bom estar com o meu filho!

Fazer coisas simples, como assistir TV juntos, cantar músicas durante o dia, dar papazinho, trocar fralda.

Observar como ele esta se desenvolvendo fisicamente e sua facilidade para aprender.

Mas de contra partida, adoro trabalhar, acho importante em outros aspectos pessoais, familiares e principalmente financeiros.

Trabalhar em casa eu não tenho como, não tenho patrocinador nem sei fazer nada...rsss

E na vida corporativa, ainda existe certos preconceitos.... ser MÃE ainda e visto por algumas empresas e lideres algo que pode atrapalhar o desempenho profissional, há quem culpe os filhos por não conseguir equilibrar a vida pessoal e profissional.

Realmente não é fácil !
Mas não me cobro não quero ser 100% em tudo, não dá ! Não tem quem consiga !!!!!

Algumas empresas facilitam muito a vidas das Mães e das crianças, é também valorizam muito o papel da mulher na empresa.

Graças a Deus né ?!

São empresas que proporcionam algumas facilidades para que as mães (os pais, em geral) possam mantar um equilíbrio saudável entre o trabalho e a família, sem precisar abdicar de um ou de outro.


Vela abaixo as iniciativas de algumas empresas brasileiras que estão entre as melhores para a mulher trabalhar:
  • Laboratório Sabin: a mãe-funcionária pode optar pela transferência para uma unidade mais próxima da residência, após a licença-maternidade; 
  • Chemtech: adota a licença-maternidade de seis meses, mesmo antes da aprovação no Congresso Nacional - e oferece um horário flexível que começa com quatro horas diárias de trabalho e passa a seis horas, no período de adaptação da licença-maternidade;
  • AES Eletropaulo: custeia todas as despesas da funcionária com babá ou creche até o sexto mês de vida do bebê; 
  • Advise Brasil: as mães-funcionárias, após a licença-maternidade, podem optar por permanecer em casa pelo período de dez meses, trabalhando com o sistema home office. A empresa oferece equipamentos e condições para o desenvolvimento do trabalho em casa; 
  • Banco Itaú :  empresa criou uma Sala de Apoio ao Aleitamento Materno para facilitar a retirada e armazenamento de leite no retorno da licença-maternidade;
  • Microsoft Brasil: oferece à funcionária a possibilidade de trabalhar em casa nos dois meses posteriores à licença-maternidade.


Legal né ?!?

Já ajuda um pouco esse momento tão complicado para ambos....

E você conhece alguma empresa menor, ou seja pequena empresa que também se preocupa com o bem estar da família?





1 Comentários

1 comentários:

Dina Ulbrich disse...

Que sonho, a minha se duvidar me faz trabalhar em casa durante a licença hauhauahuahuaha

Postar um comentário

Adoro quando você comenta !

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Quem sou eu

Minha foto
Sou aquela que quer ter blog, mas não tem tempo para nada! Mas quando faço é com amor e carinho